quinta-feira, junho 28, 2007

Normais como os chineses ou os muçulmanos?

Isto dos blogs é uma caixinha de surpresas. Hoje passei pelo Glória Fácil. Quando li o post intitulado "E essa outra grande fonte de prazer, a grunhice mais genuína e iletrada" fui directo para o link assinalado pela f.

O blog chama-se Plataforma Algarve pela Vida e foi criado "a propósito da campanha pelo 'não' ao referendo sobre a liberalização do aborto", onde participam "todos aqueles que, connosco, acreditam num mundo onde há lugar para todos". Uma nota de tolerância que fica bem a toda a gente. De seguida, um post de João Paulo Geada, Vamos falar claro sobre... homossexualidade.

Após um início meio entaramelado, onde o autor fala do PNR e da Feira do Livro, ataca-se a questão de frente - há quem considere que "a homossexualidade é natural e normal, tão normal como ser de nacionalidade chinesa ou de religião muçulmana."

"Só que... não é bem verdade", adianta Geada. "pensemos apenas por alguns segundos na tragédia que representa a SIDA, cujas origens – é bem sabido – têm muito a ver com a prática cada vez mais generalizada da sodomia a partir da “revolução sexual” dos anos 60. A responsabilidade pela expansão desta e doutras doenças, mesmo não do foro sexual como as próprias tuberculoses ultra-resistentes tem muito a ver com a promiscuidade sexual de que é expoente máximo a expanção da homossexualidade, e em particular da sodomia, um comportamente e um vício claramente nefasto para a sociedade como foi sempre reconhecido ao longo dos séculos. Para já não falar na fronteira por vezes muito ténue entre homossexualidade, prostituição, pornografia, pedofilia."
Geada podia ter ido mais longe neste seu manifesto de denúncia desassombrada. A "expanção" da sodomia - é bem sabido - também está relacionada com outras pragas que afectam as sociedades modernas, como as unhas encravadas, os bicos de papagaio e o próprio comunismo.

É destes exercícios de humor que a blogosfera portuguesa precisa. Geada, amigo, parabéns pelo magnífico post. Fartei-me de rir com a sua personificação de um mentecapto aburgessado. Quase que me enganava! Estará aqui um sucessor de Ricardo Araújo Pereira?

Etiquetas: ,

6 ComentÁrios:

Anonymous ROV disse...

Eu sempre desconfiei daquela roupita do Batman...

28 junho, 2007 09:03  
Blogger marília disse...

De facto...e vindo de um gajo que defende "um mundo onde há lugar para todos". Coerente!

28 junho, 2007 11:40  
Blogger Redus Maximus disse...

Bem vindo de volta Rantas! Boas postas, como sempre!

28 junho, 2007 15:02  
Blogger André disse...

Muito bom o teu texto. Enquanto a homossexualidade não for vista com indiferença a nossa sociedade não avança. Sim, indiferença, não tolerância. Tolerância implica sempre um juízo de valor. A homossexualidade tem de ser vista com indiferença. É que assim que faço, vivo a minha (homos)sexualidade com a mesma indiferença com que vivo o facto de ter 1,80 e olhos castanhos. Talvez por isso nunca tenha sofrido qualquer tipo de ataque homofóbico ou discriminação.

30 junho, 2007 01:29  
Blogger Perdido disse...

Eu sentia-me mal comigo mesmo por ser preconceituoso em relação a muita gente dos movimentos pró vida...
já tenho a consciência mais tranquila.

30 junho, 2007 21:36  
Blogger Harpic disse...

Tu nao me digas que ainda nao sabias estas coisas!?

É como os estudos que demonstram que os homosexuais tem uma esperanca de vida mais curta porque utilizam com maior frequencia partes do corpo para funcoes para as quais nao estao vocacionadas.

Este tema é um mundo pá!

03 julho, 2007 12:05  

Enviar um comentário

<< Home