segunda-feira, janeiro 01, 2007

Ano novo, bloga nova

Acabou 2006, mais um ano de bloga chegou ao fim.
Ao longo dos últimos 365 dias, fui postando aqui no RdM sobre tudo e sobre nada, sem pretensões de grande originalidade. Quis dizer o que penso, sem seguir modas ou opiniões dominantes, sobre os assuntos que me apeteceu abordar, muitas vezes ignorando os temas da "agenda" blogosférica.
Ainda assim, em 2006, creio que perseguimos no RdM o objectivo de inscrever o blogue no "meio", na expectativa de sermos notados, citados, "linkados"... É, creio, uma pretensão legítima, de quem escreve também para ser lido e comentado. Não quero ser "opinion maker", muito menos autor de um "blogue de referência". Mas não escondo que gosto de ser lido e de receber feedback do que escrevo por aqui. "Um homem não é uma ilha".
O Revisão da Matéria chegou a atingir médias superiores a 120 visitantes diários. É pouco, dirão. Pois é. Mas imaginem que, nas últimas semanas, conseguimos entrar em queda. Seja por causa das "festas" ou por qualquer outra razão, este momento de "queda" é uma boa ocasião para dizer que, a partir de agora, quero que as "audiências" se lixem. Esta merda não tem "preço de capa", não rende um tostão, por muitos leitores que tenha. Não é com ela que pago a renda e compro os bifes.
No ano que já começou, sem que isto vincule, seja no que for, os meus caríssimos co-bloggers, acho que vou desenvolver uma relação com este blogue de cariz diferente. Não vou trabalhar para ser lido. Não vou preocupar-me em actualizar o blogue só porque isso traz visitas.
Vou, antes, escrever num estilo mais pessoal, interior, autêntico. Escrever só quando sinto vontade de escrever. Nada mais, nunca mais. Assim, começo por me apresentar, coisa que nunca fiz no blogue.
O meu nome é El Ranys. El Ranys, obviamente, é pseudónimo. Mas é também anagrama de apelido familiar, aliás de longa tradição. Já um dos meus bisavôs, quando se dedicava a uma das suas paixões, a pintura, assinava os quadros desta forma: El Ranys.
Por detrás do pseudónimo há alguém, uma pessoa, eu, que entende que o que possa escrever de interessante nada tem a ver com o nome que ostenta ou aquilo que faz, antes terá a ver com a qualidade - ou falta dela- daquilo mesmo que escreve. Posso ser professor universitário, advogado, médico, jornalista, político, polícia, bombeiro, trolha, padeiro, "almeida" ou sem-abrigo. Isso nada interessa. Para o que escrevo na blogosfera, para o nível de intervenção que desejo ter, sou El Ranys. E assino tudo o que escrevo. Se algum dia alguém se sentir ofendido, denegrido ou insultado com algo do que aqui vou deixando, mande um e-mail. Entendo que um pseudónimo não é alvará de irresponsabilidade ilimitada. Para já, era só isto...

Etiquetas: ,

3 ComentÁrios:

Blogger Rui MCB disse...

Bom 2007, vizinho.

01 janeiro, 2007 21:38  
Blogger El Coelhone disse...

e mai nada parece-me bem :)
"Escrever só quando sinto vontade de escrever."
concordo plenamente.

02 janeiro, 2007 22:40  
Anonymous Majm disse...

Sendo igual a si ,próprio prestarà um serviço util à blogosfera.

03 janeiro, 2007 18:29  

Enviar um comentário

<< Home