quinta-feira, outubro 05, 2006

Memórias da adolescência - Bee Gees

Há fenómenos curiosos. Os anos 70 constituíram uma época engraçadíssima sob vários pontos de vista, entre os quais sobressai o musical. Foi a época áurea do disco sound, do afro-look, da música de dança, das coreografias abichanadas, das coreografias machonas (peitos peludos debaixo de um fio de ouro a dançar à Travolta), dos Village People, dos Boney M, de Donna Summer e de tantos outros...

É curioso que durante muito tempo esse tipo de música foi associado a um certo mau gosto, tendo sido agora totalmente reabilitado - enfim, continuam a existir peças justamente votadas ao esquecimento, como o inenarrável Born to be alive, de Patrick Hernandez (aaargh!).

Os Bee Gees apareceram um pouco mais tarde, mas cavalgaram valentemente a onda do disco sound e do estilo cultivado na altura. Cantando em voz de falsete, tornaram-se naturalmente adorados por uns e vilipendiados por outros. Agora, uns 30 anos depois, já não despertam animosidade, apenas libertam (boas) memórias de outros tempos.

Etiquetas: , , ,

3 ComentÁrios:

Blogger A.Teixeira disse...

Se tivesse de escolher o símbolo dessa época escolheria aquela bola de espelhos rotativa ou então o "black" (o penteado afro) cujo proprietário tinha grandes dificuldades em arranjar amigos na fila de trás da sua, quando ia ao cinema...

06 outubro, 2006 10:01  
Blogger Harpic disse...

Elas com a calcinha apertada no joelho, cabelo à Malvina e bolsinha pendurada ao ombro; eles de patilha e sapatinho Italiano com berloques. Todos a dancar o disco com passos de danca "a dois tempos" (ora agora para a frente ora agora para tras)....(suspiro)

06 outubro, 2006 12:37  
Anonymous Anónimo disse...

Epá, ó Rantas...

Então um gajo vem aqui para ver que ultimas maravilhas tinhas escrito, e dá de caras com um post de elogio a um bando de larilas a cantar em falsete!

Está mal! Está mal!

06 outubro, 2006 17:32  

Enviar um comentário

<< Home