terça-feira, dezembro 20, 2005

Memórias de Macau - A Pataca


Claro que houve muito boa gente a ganhar muito dinheiro, mas Macau não era, para a maioria, a tão famosa "árvore das patacas". Ganhava-se melhor, consideravelmente melhor, do que em Portugal, mas os funcionários (a maioria dos portugueses residentes) não enriqueceram. Dava para manter um excelente nível de vida e pouco mais do que isso. Muitos preferiram fazer vida de emigrante e juntar todos os "patacos" para comprar uma casinha na "República". Outros gastaram e viveram à grande e não juntaram pecúlio. Claro que existiram muitos "negócios da China". Mas também há muitos "negócios da China" que se fazem em Portugal, não é?
De qualquer modo, é uma grande saudade, a pataca.