segunda-feira, dezembro 19, 2005

Má Publicidade

A publicidade tem mistérios insondáveis. Pequenos detalhes, por vezes primeiras impressões, que deitam abaixo uma campanha de milhões.
Eu confesso que sou muito estranho com a publicidade. Gosto de ver anúncios bem feitos, engraçados, chamativos, originais. Se compro mais ou se compro sequer os artigos por causa da publicidade, pode ser. Eu sinceramente não me apercebo.
Claro está que há a teoria do "Não importa que digam mal, o que importa é que falem disso".
Para mim essa teoria não funciona. Eu até posso comprar mais, de forma desapercebida, por ter visto algum anúncio de que tenha gostado. Subliminarmente ou não, isso pode até funcionar.
Agora, o que certos publicitários parecem não se aperceber (ou será só comigo?), é que isso funciona bastante mais ao contrário: Se gosto, até posso comprar. Se não gosto, não compro nem comprarei nunca!
Por exemplo, os anúncios da cerveja Bohemia. Uma loira e uma morena, de ar dengoso, e o slogan: «A ruiva é a mais gostosa». Só se não houver mais cerveja nenhuma é que vou experimentar.
Marisa Cruz num balneário de homens nús - está montado o cenário perfeito para o famoso "refrigerante de tomates", ou "com tomates", ou coisa que o valha. 100% burgesso! Básico. Nem que exista outro sumo eu trago aquele para casa!
O problema é que essas reacções dependem de aspectos dificilmente controláveis. Por exemplo, os anúncios acima (uma barreira com elevado poder de retenção de líquidos e um gel com alto poder lubrificante) podem ser engraçados (eu acho...). Mas também pode ser altamente ofensivo para algumas pessoas. A resposta? Não sei. Mas garanto uma coisa: Santal (e não é só o de tomate) aqui em casa não entra!

Etiquetas:

1 ComentÁrios:

Anonymous Anónimo disse...

Mas será que esses anúncios (tampax e o do gel) são reais ou apenas puro gozo dos internautas?

19 dezembro, 2005 20:18  

Enviar um comentário

<< Home