quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Pluralidade felina em horário nobre no serviço público

Desculpem lá o longo título do post, mas é só para dizer que não podia estar mais de acordo com o Paulo Pinto Mascarenhas, do 31 da Armada. Também eu estou à espera que os Gato Fedorento satirizem o "outro lado". Depois das geniais paródias a Pinto da Costa e Paulo Bento, para quando uma sátira a Luís Filipe Vieira ou ao "Eng.º Santinho", hein?
É conhecida a militância benfiquista de RAP e dos outros rapazes (O Zé Diogo Quintela salva a honra do convento e é a excepção que confirma a regra). A verdade é que os Gato Fedorento estão, hoje e todos os dias, a fazer campanha por uma das partes. O video do gozo a Paulo Bento aparece em muitos blogues de benfiquistas e é um elemento de campanha dessa causa, que eu repudio totalmente.
Esta estratégia dos Gato Fedorento é até salazarenta.
PS. Claro que o Ricardo Araújo Pereira pode dizer que não me conhece de lado nenhum. Pode, mas estará a faltar à verdade se o repetir em relação aos amigos sportinguistas que certamente terá. E mais não digo.

Etiquetas: ,

7 ComentÁrios:

Anonymous Mário Gabriel Pinto disse...

(Infelizmente) RAP disse na entrevista com a Judite de Sousa, que ficava espantado com essas críticas, porque um humorista não tem a obrigação de gozar com todos, podendo concerteza ser parcial.

Mas se enquanto em questões como o futebol, se aceita isso (porque é um assunto pouco sério), na questão do aborto já foi feio ver RAP assumir uma posição (a que tinha todo o direito) pelo Sim, e ao mesmo tempo gozar com os vídeos do Professor Marcelo!

07 fevereiro, 2007 18:29  
Blogger El Ranys disse...

Caro Mário Gabriel Pinto:
Muito obrigado pela opinião, com a qual, obviamente (para que fique bem claro) não concordo. Tente ler o meu post como exercício de ironia (se bem que essa treta de não gozarem com o Benfica deixa-me chateado, dava pano para mangas).
O Prof. Marcelo foi parodiado porque se pôs a jeito.
Não existe, não deve existir no humor, direito ao contraditório.
No dia em que o "politicamente correcto" tomar conta da produção humorística, acabou-se a piada.
A posição sustentada pelo PPM não faz sentido. Esta é a minha opinião.

07 fevereiro, 2007 19:13  
Blogger Rantas disse...

Bem apanhado, este post!

07 fevereiro, 2007 22:51  
Anonymous Mário Gabriel Pinto disse...

Caro El Ranys,

Também não sou a favor do politicamente correcto contraditório. (Os que como eu são portistas estão fartos de ser encarados como os maus da fita e de ser gozados, mas paciência, lá vamos ganhando umas "coisitas" para compensar... :-)

Simplesmente o que me chateia em boa parte da nossa esquerda é que são os 1ºs a atirar pedras, mas sem alguém responde, lá chovem logo acusações de fascismo e reaccionário, etc.

A minha opinião é que RAP, como figura pública que é, devia separar as àguas. Quer fazer campanha? Pois muito bem, que a faça, mas ás claras, e não de forma encapotada e negativa como é fazendo um sketch daqueles com o Marcelo.

Temos obviamente opiniões diferentes, mas isso é certamente saudável!

08 fevereiro, 2007 12:03  
Blogger A.Teixeira disse...

Irónico e contundente. Bem conseguido, El Ranys!

08 fevereiro, 2007 16:39  
Blogger rduarte disse...

Não é bem assim isso do benfica:

esquecem-se do "15 a 0" ?

http://www.youtube.com/watch?v=YFGNR4a-1us

Por acaso acho que no video do MRS os gatos não estiveram bem...mas de resto...

09 fevereiro, 2007 12:48  
Blogger El Ranys disse...

Mas o 15-0 não foi exactamente a gozar com o Benfica e com os benfiquistas. Foi até uma espécie de "enaltecimento" do fervor clubístico. É um bom sketch, não há dúvida, mas gostava mesmo era de ver os GF a gozar com o Luís "Hummm" Vieira ou com o santo Eng.º. Isso sim, era conhaque.
De qualquer não é para dizer isso que escrevi o post.
Abraço,rduarte.

09 fevereiro, 2007 14:26  

Enviar um comentário

<< Home