domingo, fevereiro 04, 2007

Confissão:

Contraí a doença do Século XXI

É chegado um momento penoso para mim e que tenho andado a adiar. Tenho de confessar, finalmente, um mal que me aflige, a doença do nosso tempo que apanhei. Uma pandemia que ataca todo o Planeta, a peste insidiosa que afecta os nossos comportamentos em sociedade, que mina a produtividade e que prejudica a concentração. Que deixa equimoses evidentes no corpo, mazelas de noites bem passadas e mal dormidas e que pesam como chumbo à luz do dia, quando surge necessidade de as justificar.
É verdade. Contraí a doença do Século XXI. E foi a minha mulher que me inoculou esse veneno, contra tudo o que é habitual neste tipo de histórias vergonhosas. Foi na noite da véspera de Natal. Um embrulho inocente que me mudou inteiramente a vida. Rasguei-o e apareceu-me, esplendoroso, como todas as drogas duras que criam habituação à primeira - uma caixa, do tamanho de uma caixa de DVD. Na capa, um Deco sorridente anunciava - Pro Evolution Soccer 6. Para os iniciados, o PES6, simplesmente. Mais forte que cavalo.
Comecei a jogar no nível 5, o mais fácil, Principiante. Cedo comecei a sentir a falta das emoções do início e tive de aumentar a dose. Estou agora no nível 4, Amador. Conheço muitos janados que já se passaram para o nível 3, Regular. Conheço um ou dois agarrados de nível 1, Top Player! Ao fim da primeira semana a cobertura de borracha do joystick caiu. Tenho agora dois dedos da mão esquerda a perder a pele, sintomas evidentes de um joystick muito usado e com arestas abrasivas.
Sinto-me cada vez mais isolado da realidade, vivo num Mundo Virtual. Para mim, o mês de Janeiro foi fantástico em termos de transferências. Não consigo entender as críticas à gestão de Soares Franco. Ao fim da 4ª época, contratei Luís Figo e Cristiano Ronaldo. Ao fim da 5ª, coloquei Didier Drogba ao lado de Liedson! Estou a preparar-me para aumentar a dose. Ou isso, ou começo a tomar medicação.

Etiquetas: ,

3 ComentÁrios:

Anonymous Chagas disse...

Está-te a cair a pele dos dedos? Antigamente os sintomas de actividades alienantes eram diferentes, e constavam geralmente de uma coloração lívida e de total imobilidade durante as aulas.

05 fevereiro, 2007 12:37  
Blogger Rantas disse...

Eu não diria uma total imobilidade, mas reconheço uma rigidez de postura, quiçá até um certo ar mortiço, que eu tive durante umas aulas...

Motivo até para o Rolo se preocupar e perguntar na Turma B o que se passaria na Turma C, porque estavam brancos e saíam a meio da aula para vomitar. "Excepto um sujeito imóvel e mortiço, que não chegou a sair mas também não demonstrava qualquer sinal de consciência. Nem quando o chamei ao quadro!"

06 fevereiro, 2007 00:20  
Blogger El Ranys disse...

Gandas malukos

06 fevereiro, 2007 01:56  

Enviar um comentário

<< Home