quarta-feira, julho 12, 2006

Azambuja


Tenho um Opel já com uns anitos, que pretendo trocar por um automóvel novo. Uma das hipóteses que considerava mais seriamente era trocá-lo por um modelo actual da mesma marca.
Depois do fecho da fábrica da Azambuja, a única coisa que tenho certa é que o meu novo carro poderá ser de qualquer marca, excepto Opel.
Findo o Mundial de futebol, esta é a minha "bandeira nacional à janela".

9 ComentÁrios:

Blogger PSeven disse...

Muito bem! Sabe que há uma petição nacional no sentido de boicotar a Opel e a Renault/Nissan em Portugal? O link é este: http://www.petitiononline.com/deslocal/petition.html

12 julho, 2006 14:06  
Blogger El Ranys disse...

pseven, não sabia, mas vou assinar. Obrigado pela informação e um abraço.

12 julho, 2006 14:43  
Anonymous Anónimo disse...

Acho isso manifestamente pouco. Deve dirigir-se à beira de um precipício e atirá-lo sem delongas por ali abaixo.

12 julho, 2006 15:07  
Blogger El Ranys disse...

Cada um faz o que pode, caro anónimo.

12 julho, 2006 16:04  
Anonymous OldBase disse...

Já agora, quem diz não comprar Opel, pode também juntar mais uns: Cadillac, Chevrolet, Corvette, Saab, Vauxhall, Hummer, Buick, Pontiac, GMC, Saturn...

Afinal, de que servirá esse tipo de protesto se continuar a comprar o mesmo produto ao mesmo fabricante, apenas com outro emblema.

Faz-me lembrar aquelas pessoas que não bebem Coca-Cola por causa dos Estados Unidos. Mas depois bebem Fanta!

14 julho, 2006 17:28  
Blogger El Ranys disse...

O meu próximo carro também não será Cadillas, Chevrolet, Corvette, Saab, Vauzhall, Hummer. Buick, Pontiac, GMC, Saturn...

14 julho, 2006 18:06  
Anonymous Anónimo disse...

Nem um Hummer, nem um Saturn!?

14 julho, 2006 21:38  
Anonymous alziro manuel disse...

então e uma petição pó pessoal da azambuja aumentar a produtividade, não?

15 julho, 2006 19:28  
Blogger Rantas disse...

Sr. Alziro,

Creio que em nenhum momento a Opel justificou o fecho da fábrica com a baixa produtividade do pessoal. Pelo que entendi, é apenas uma questão de escala.

Nem sempre é o mordomo que é o culpado...

16 julho, 2006 00:03  

Enviar um comentário

<< Home