quinta-feira, abril 05, 2007

Coelhinha de Páscoa

Com votos de muitas amêndoas.

Etiquetas: ,

4 ComentÁrios:

Blogger Isabela disse...

Esclareçam-me aqui um assunto, se faz favor: quantos minutos por dia dedicam vocês a pensar em algo que não seja mamas, rabos, coxas, barriguinhas, ou dedinhos de menina?
E aguentam?

07 abril, 2007 19:06  
Blogger Rantas disse...

Cara Isabela,

Não devia tomar a parte pelo todo. Julgo que estará a confundir-nos com outros tipos de blogs, como decerto se aperceberá se se dedicar a ler o que por aqui vamos deixando.
É verdade que, nos últimos tempos, talvez tenhamos forçado esta tecla, mas isso deve-se mais à falta de tempo para postarmos algo que não sejam simples fotografias.

E há-de verificar que não nos detemos em determinados pormenores anatómicos (mamas, rabos, coxas, barriguinhas ou... dedinhos?! Mas onde é que estão os dedinhos, raios?!), mas sim em situações que, pelo menos para mim, são engraçadas e/ou pouco habituais. Não têm nada a ver com a onda softporn que anda por aí.

Para terminar - nem sempre os juízos apressados e pré-concebidos são os mais correctos. Não é por sair uma Monica por dia que somos obcecados por ela. Acaba por ser uma piada. Se não acha graça, tudo bem. Sabe, o Mundo não é Perfeito...

07 abril, 2007 20:04  
Blogger El Ranys disse...

Ó Isabela, que maldade...
Também temos pensamentos elevados. Ainda noutro dia, por exemplo, conversei com o Rantas por uns minutos sobre a importância transcendental da vitória do Sporting na Luz para a conquista do campeonato nacional...
É certo que após articularmos três ou quatro frases seguidas cada um, começámos a grunhir e ambos entendemos perfeitamente o que se estava a passar no nosso sub-consciente: os pensamentos sobre mamas, rabos, coxas, barriguinhas ou dedinhos de meninas começavam a tomar de assalto as nossas mentes. Não nos deixam sossegados e é uma chatice. Nós até tentamos, mas é muito difícil. Já nos inscrevemos num programa de reabilitação, diz que funciona. Tenho muita esperança de um dia conseguir dizer não às mamas, rabos, coxas, barriguinhas ou dedinhos das meninas, mas acredite que a adição é uma coisa coisa tramada. E o tratamento nem sequer é comparticipado pela Caixa.

09 abril, 2007 13:26  
Blogger Rantas disse...

Mas onde é que andarão os dedos, bolas?!

09 abril, 2007 14:21  

Enviar um comentário

<< Home