sábado, junho 03, 2006

Saramago

A propósito do Plano Nacional de Leitura...
Saramago diz que estimular a leitura é inútil, porque a leitura "sempre foi e será coisa de uma minoria".
Saramago já era supinamente irritante, mas de vez em quando até dizia uma coisa acertada e quase tinha uma certa piada, com o seu autismo político. Desde que ganhou o Nobel, dá ideia de se sentir esquecido, fazendo por isso umas tentativas patéticas de chocar o povo, bolsando umas alarvidades.
Saramago, para quem o conheça apenas pelas suas últimas intervenções públicas, desvaloriza o Nobel - porque por vezes passa mesmo a ideia que em 98 os suecos decidiram premiar o idiota da aldeia...

Etiquetas:

3 ComentÁrios:

Blogger Alex disse...

Concordo absolutamente. E digo que sou fã dos livros dele...
Mas...será senilidade ?
Saúdinha

04 junho, 2006 23:11  
Blogger Rantas disse...

POis, é capaz de ser senilidade...

05 junho, 2006 21:38  
Anonymous Rodrigo Melo disse...

Est’ano, Senhora, trago
Comigo um pesado encargo,
Intenção extra e concisa:
A de orar por Saramago
Que, coitado, bem precisa.

Não tivesse Cristo-Rei
Um tão imenso fair play
E já Irmão Saramago
Agora teria pago
Com juro e língua de palmo
O seu sacrílego salmo...

José Saramago, visto
Ao vivo por Jesus Cristo...
Saramago, o escritor,
Biografadinho e descrito
Segundo Nosso Senhor:
Havia de ser bonito!...

O que o salva é Cristo-Rei
Ter um tão grande fair play,
Quando não, Virgem Maria,
Esse Evangelho vermelho
Onde é que já não estaria...

Proponho assim, por descargo
— Como quem dá a camisa —
Rezarmos por Saramago
Que bem precisa, coitado.
Mãe dos Céus! Oh se precisa...

Rodrigo Emílio

07 junho, 2006 04:04  

Enviar um comentário

<< Home